"Os caminhos a Ti nunca foram faceis Deus, parece que tem sido uma batalha por toda a minha vida"

Assistas estes videos

Delirious?

31/01/09

Pregação com lagrimas

Pregar com lagrimas é a marca da verdadeira pregação do evangelho. Não apenas lagrimas por si só choradas por testemunhas da verdade, mas são uma manifestação externa de grandeza e exaltação do evangelho que realmente salva um pecador de seus pecados. Catherine Booth nos diz que na opinião dela, a pregação em seus dias não tinha muita eficácia. Era uma pregação que não salvava do pecado, não oferecia muito ao pecador exceto um perdão teórico de sua complexa culpa: “a principal idéia do muito que tem se pregado hoje parece ser de ensinar as pessoas e instruí-las, o qual constantemente resulta no endurecimento de seus corações, e arruma para elas uma maneira mais fácil para a perdição que eles não teriam encontrado sem isso. Infelizmente um homem se sente mais confortável quando ele esteve num lugar de adoração e ouviu uma teoria agradável sobre salvação. Toda pregação ou qualquer outro instrumento que não tem como fim a salvação imediata das pessoas somente as leva a confiar em mero ensinamento, o qual é uma pobre imitação. Você pode comprovar isso na maneira que eles falham em trazer pessoas a Cristo. Eu não poderia expressar como meu coração tem sofrido por causa dessa pregação sem sentido e sem objetivo. “ Pregação que não é ardente por trazer as pessoas a vida com Deus o que pode quebrar as cadeias do pecado é uma pregação sem objetivo. Catherine Booth relata esta estória mostrando o exemplo de uma pregação não meramente doutrinária, mas mostrando o poder de Deus e a obra eficaz de Sua Palavra: “Aprouve a Deus que através de um ocorrido com um ministro Batista da cidade começasse haver mais pregação em um lugar onde ultimamente temos experimentado uma obra gloriosa. O ministro ficou tão comovido e tão desperto para suas responsabilidades, que em uma ocasião recente quando ele leu esse texto, ele se quebrantou em lágrimas e houve mais efeito do que todos as pregações que ele pregou nos anos que ele esteve na cidade. O pessoal dele chorou também e muitos deles se converteram novamente. Eu desejo que uns milhares de ministros desse reino pudessem ser tragos a uma situação similar no próximo domingo, que comoção haveria nessa terra, e que rebuliço no inferno, ah, e no céu também!”Edward Griffin que foi usado por Deus no segundo grande despertamento nos dá um exemplo de trazer pessoas a um Cristo que salva dos pecados. O historiador da igreja David Smithers nos mostra esse quadro: “Um ouvinte do Sr Griffin em Nova Jersey em 1829 nos da uma descrição de sua pregação e do amor e quebrantamento no qual deu aquela pregação esse poder. Durante a maior parte dos seus sermão sua face estava molhada por lagrimas, e por quase uma hora ele falou para nós com tamanha doçura e liberando palavras que parecia que a maioria de seus ouvintes clamavam em agonia profunda com temor e tremor. Que tamanho clima o encerramento teve! Foi maravilhoso como ele suportou todo aquele esforço sem demonstrar nenhum sinal de exaustão física. A agonia mental, e a simpatia do quebrantamento de coração era suficiente para quebrantar um anjo. caindo de joelhos como um machado golpeando o chão, com os braços estendidos lagrimas corriam sobre sua face e ele clamava; “oh! Meus companheiros pecadores que estão morrendo, eu lhes suplico a entregar seus corações agora ao Salvador. Entreguem suas vidas a Jesus, não deixem para depois. Não saiam desta casa sem se dedicarem ao serviço dEle. Para que vocês não venham a chorar dizendo: a colheita passou, o verão terminou eu não estou salvo.”

Nenhum comentário: